domingo, 11 de outubro de 2009

Convento dos Lóios: Reparos à Obra de Restauro

Agora que já fecharam as mesas de voto, podemos continuar a blogar sem restrições!

Chegou-me hoje via email uma nova informação a juntar à lista de reparos às obras de requalificação da Igreja Matriz/Convento dos Lóios, na cidade de Santa Maria da Feira. Comecemos pelos dados polémicos... os novos, que há algum tempo suspeitava se pudessem concretizar. As obras que decorreram recentemente levaram ao fecho dos antigos e desadequados sanitários públicos do Convento, agora substituídos pelos sanitários públicos do Museu Convento dos Lóios. Ora, pelos vistos, apenas são ditos públicos, na prática pretendem-se de uso exclusivo do Museu. Concretizando, aos fins de semana, o fluxo acrescido de crianças e monitores de catequese, na Igreja, leva sistematicamente ao fecho das portas dos ditos sanitários públicos. Mas afinal o que se passa? As senhoras da limpeza não podem limpar os sanitários públicos pelo seu uso público? Os sanitários da Igreja foram encerrados pela autarquia para que esta obra pudesse avançar... afinal os utentes da Igreja só têm agora uma solução: a utilização destes sanitários públicos, sistematicamente encerrados.

Mas há ainda outro reparo, que eu próprio andava há muito a deixar passar. O chafariz ainda não regressou aos Claustros. É verdade que ainda não se procedeu à obra de requalificação do Claustro, mas a obra de vulto já terminou. Quatro anos depois da saída do chafariz já não há risco de destruição pelas obras. Acrescento então outra questão: o uso futuro do Claustro. Informações que me chegaram dão conta das dúvidas quanto ao uso futuro do próprio Claustro. A recente realização de espectáculos com grande sucesso poderá ditar o não regresso do chafariz... apenas se pede uma coisa: uma resposta. O chafariz vai ou não regressar? Confesso, se a ideia de utilização para espectáculos for para a frente, concordo que o chafariz não regresse... de qualquer modo, terá de ser colocado em espaço público nas imediações e com informação da sua localização inicial. Para quando as respostas?

Um agradecimento a Catarina Silva pelas novas informações.

2 comentários:

sorrisosdaborboleta disse...

obrigado eu , por divulgares .afinal muitas vezes só depois de se denunciar é q vozes mais altas se elevam e concretizam algo.!!continuação de grandes krónicas

Anónimo disse...

O chafariz dos cláustros devia ir para o seu local de direito, já que desde há alguns séculos esteve sempre lá um. Já para não falar dos canteiros de jardim que foram destruídos.
L.O.