segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Ideias que NÃO marcam

Mais uma vez o PS-Feira vem apresentar as suas ideias.
Pela primeira vez em muito tempo, vejo esta força política debruçar-se sobre um tema essencial para a cidade: transportes e acessibilidades. Mas a absurda ideia hoje publicada no Terras da Feira deixou-me completamente surpreendido.
Ora veja-se, transformar a pedreira que está abandonada, em pleno centro de Santa Maria da Feira, num parque de estacionamento e centro coordenador de transportes!? Absurdo completo.
Vejamos o caso por partes e diferentes prismas.

1º - Ligação ferroviária
Já que levamos décadas de atraso a este nível, não queiramos levar mais. Construir o CCT naquele local era inviabilizar por completo a construção de uma grande estação intermodal na Feira. Como fazemos o Vouguinha e a futura ligação ferroviária ao Porto chegar ali?

2º - Acessibilidades
Mas que empresa de autocarros expresso no seu perfeito juízo vai parar numa estação em pleno centro de cidade, sujeitando-se a todos os inconvenientes daí provenientes? Quanto muito continuariam a parar na Cruz, sem as mínimas condições para os passageiros.

3º - Estacionamento
Até é uma boa solução para o centro da cidade... mas não voltemos aos 2000 lugares propostos por alguém em outros actos eleitorais. Sejamos mais realistas... mas há outra questão: neste local o parqueamento terá de ser obrigatoriamente pago, um grande erro para a afirmação de um CCT.

Com muito pouco se percebe que é irreal esta localização para o CCT. Bem que gostava de conhecer a proposta que a autarquia tem em mãos para a localização definitiva do centro, mas desta ideia peregrina não vejo futuro.
Para se construir o CCT naquele local haveria muito mais a fazer... construir túnel ferroviário; construir acesso directo e desnivelado à variante, evitando o trânsito da cidade; disponibilizar estacionamento gratuito... ninguem no seu perfeito juizo vai pagar para deixar o carro e depois pagar o bilhete do transporte público... e que ninguém fale em transportes urbanos, porque criar uma rede suficiente a esse nível na Feira é completamente surreal.

Indo mais longe, e já que muito se tem falado e discutido sobre o futuro daquele perigoso local. Por que não guardar espaços para alargamento da escola EB 1, expansão do Cine Teatro, com criação do já falado Centro Cultural António Lamoso... com este espaço seria possível construir as tão desejadas salas de ensaios, o já muito discutido auditório B e claro, aproveitar para a concretização da requalificação total do espaço.
No terreno sobrante seria possível o encaixe financeiro com a criação de alguns lotes para construção, a venda de um lote para um supermercado, cujo processo já se arrasta desde 2006 e sobraria muito espaço central, para a construção do tão desejado parque de estacionamento, que à superfície veria nascer novo espaço público para a cidade (praça ou jardim).

4 comentários:

Mafalda disse...

Realmente... que ideia absurda a do PS. Sem comentários.

bc23 disse...

Pelo menos que se fale no assunto... e venham as alternativas! E já agora um projecto definitivo para aquele espaço...

FEIRENSE disse...

O bc23 disse tudo. Acho que os deuses devem estar loucos, um CCT no centro da cidade, será que já compraram o terreno para agora o fazer render só se for isso. É que alguém o pode comprar, aparecer agora outra pessoa a dar a ideia e depois em sonhos apareceria o presidente da camara a aprovar. Os deuses devem estar loucos.

Pedro disse...

Aplaudo as ideias do bc23 e a minha decisão de voto desce em relação ao PS Feira... Acho que se essa ideia avançasse seria dos primeiros a estar lá para fazer manifestação contra tal atentado....

Mas alguém tem que ter as ideias absurdas....