sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

BRISA continua calada

O caso da paragem das obras de alargamento da A1 começa a tomar novas proporções. Se até aqui apenas a imprensa regional dava conta das preocupações das populações, hoje foi a vez do Jornal de Notícias relatar o caso da obra vencedora do Prémio Caracol de Betão 2008.
Mais uma vez se fala em falência... mais uma vez a BRISA não dá resposta!
Mais uma vez se fala na responsabilidade da BRISA pela reparação da via... mais uma vez a Câmara tapa meia dúzia de buracos!
Mais uma vez a Câmara fala em medidas radicais... mais uma vez se ouve falar em cortar o acesso a veículos pesados para as obras... mas obra, nem vê-la!
Mais uma vez a Câmara diz estar de pés atados... mais uma vez nada se resolve!

Lê mais AQUI.

.

6 comentários:

Mafalda disse...

E as ruas dentro da cidade? Estão miseráveis.... O mau tempo não ajudou, mas a Camara tem que agir.

bc23 disse...

A obra é privada... mas a Câmara existe mesmo para resolver os problemas... ao que parece há já bastante pressão para que as coisas se resolvam, há mesmo ameaças... esperemos é que não fiquemos por aqui! Oxalá a ameaça seja levada a sério (impedir a passagem dos pesados assim que comecem as obras)...

Ana disse...

quanto ao drama das pulseiras verdes, ainda há centros de saúde que apenas fazem o horário normal, com marcação de consultas, e quem precisa de uma das poucas vagas, vai para a fila as 6h da manha, ou mais cedo.........

bc23 disse...

Mas é isso mesmo... esse tipo de problemas não pode ser resolvido num hospital... se assim for, nunca haverá capacidade.
Qdo dizes que ainda há centros que apenas fazem o horário normal... querias antes dizer: quase todos... e às vezes todos. Enquanto não existir uma rede de cuidados primários eficientes, a rede hospitalar não pode funcionar. Enquanto for preciso esperar... 1... 2... 3... ou mesmo 4 meses por uma consulta no médico de família, não vamos a lado nenhum.

Mafalda disse...

Só uma notinha - a Unidade de Saúde Unifamiliar Egas Moniz (e agora enganei-me e disse o nome todo mal...., mas vocês percebem: fica em frente do Centro de Saúde da Feira) tem serviços muito bons!

Sabem que quando nasce um bébé, a enfermeira desloca-se a casa do bébé para fazer o teste do pezinho? Sabem que eu adulta recebi uma carta em casa a marcar o dia para tomar a vacina do tétano? Fantástico, não é? E funciona sempre até às 20h. Se não for o nosso médico estará lá outro.

Pronto... está no bom caminho. Só não entendo porque fecham todas as sextas à tarde para reunião!... No mínimo 1 médico e enfermeiro de piquete... E alguns médicos podiam ser substituídos... Mas agora estou a divagar... Sem dúvida é um bom caminho.

bc23 disse...

Mafalda, esse é o objectivo para os cuidados primários. É pena que do outro lado da rua as coisas não funcionem da mesma forma. A USF Terras de Santa Maria ainda tem muito a melhorar.